CVI EUA: Como emitir o certificado para viajar com seu pet

Viajar com animais de estimação envolve diversos processos, por isso é importante garantir que você esteja cumprindo todas as regulamentações necessárias, incluindo o CVI EUA. Esse documento, Certificado Veterinário Internacional, também conhecido como Certificado Zoosanitário Internacional é indispensável para viagens internacionais.

Neste artigo, vamos explorar o que é o CVI EUA e os passos necessários para emitir esse certificado ao viajar para os Estados Unidos com seu pet.

O que é o CVI?

O CVI EUA é um documento emitido pelo órgão competente de cada país (no Brasil, o Ministério da Agricultura). Esse certificado atesta que o animal está em boas condições de saúde para viajar e que ele atende aos requisitos sanitários do país de destino. Para qualquer animal que saia de um país em direção a outro.

Em qual idioma o CVI EUA deve ser emitido?

O CVI para os Estados Unidos deve ser emitido no idioma do país de destino e de origem. Isso garante que as autoridades nos aeroportos e fronteiras possam compreender e avaliar adequadamente as informações contidas no documento.

Quais são os documentos necessários?

Para emitir o CVI EUA, alguns documentos específicos são necessários, variando de acordo com a espécie do animal. Por exemplo, para gatos, é obrigatória apenas a vacina da raiva. Já para cães, os documentos podem incluir:

  • Licença de Importação emitida pelo CDC (Centers for Disease Control and Prevention).
  • Certificado do chip de identificação do animal.
  • Sorologia da vacina contra a raiva.
  • Cumprimento de quarentena, se aplicável.
  • Carteira de vacinação atualizada, especialmente para a raiva.
  • Certificado de saúde específico para o pet.

Certificar-se de que todos esses documentos estão em ordem é crucial para evitar problemas durante o processo de chegada aos Estados Unidos com seu pet.

Quanto custa o CVI EUA?

O CVI EUA é um documento essencial, mas o Ministério da Agricultura não cobra por sua emissão. No entanto, é importante mencionar que a assessoria necessária para obter o CVI pode ter um custo adicional, geralmente em torno de 2 mil reais. Essa assessoria pode ser providenciada por empresas especializadas que auxiliam no processo de documentação e garantem que todos os requisitos sejam atendidos.

Como fazer o CVI EUA?

A solicitação do CVI para os Estados Unidos pode ser feita online na maioria dos casos. Cada destino tem um prazo específico para a entrada da documentação, e o CVI também possui um prazo de validade, que varia de acordo com o destino. A solicitação do documento deve ser realizada no site do Ministério da Agricultura para pets que saem do Brasil. Para pets provenientes de outros países, é necessário consultar o site do órgão competente da respectiva nação.

Como agendar o CVI EUA?

Para países que aceitam a entrada digital do CVI, geralmente não é necessário agendamento. Em alguns casos, os países podem solicitar que o documento seja apresentado presencialmente para ser chancelado por um fiscal, e, nesse caso, o agendamento também pode não ser necessário.

No entanto, em situações em que a entrada é dada online, mas a documentação deve ser apresentada digitalmente, é crucial consultar os critérios específicos em cada situação. Cada destino tem seus próprios requisitos, e é necessário verificar o site do órgão competente para obter informações precisas sobre como agendar e apresentar a documentação necessária.

Diferença entre CVI e CZI: São a mesma coisa?

Sim, o Certificado Veterinário Internacional (CVI) e o Certificado Zoosanitário Internacional (CZI) referem-se ao mesmo documento. Ambos os termos são utilizados para designar o certificado emitido pelo órgão competente de cada país para atestar a boa saúde do animal e garantir que ele atenda aos requisitos sanitários do país de destino.

Quanto custa levar um cachorro para os EUA?

O custo de levar um cachorro para os Estados Unidos pode variar, mas em média, considerando o transporte do pet como carga e incluindo o CVI, o valor pode ficar em torno de 10 mil reais. Esse custo engloba diversos aspectos, como o transporte em si, a documentação necessária e possíveis taxas relacionadas ao processo.

Dica mais importante para obter o CVI EUA

A dica mais crucial para obter o CVI EUA é se organizar com antecedência. Planejar a documentação, consultar os prazos específicos de cada país e garantir que todos os requisitos sejam atendidos são passos fundamentais. Além disso, considerar a contratação de ajuda profissional, como serviços de assessoria, pode ser uma estratégia valiosa.

Isso não apenas evita problemas ao longo do processo, mas também pode resultar em economia de tempo e esforço, garantindo que todos os detalhes estejam em conformidade com as regulamentações vigentes. A ajuda profissional pode ser particularmente vantajosa para lidar com procedimentos burocráticos e garantir uma experiência mais suave ao viajar com seu pet para os Estados Unidos.