CVI Portugal: Como emitir e documentação necessária

O CVI Portugal é um documento indispensável para quem deseja viajar para o país e levar consigo o seu pet. Ele desempenha um papel crucial ao permitir uma circulação mais segura certificando a vacinação e requisitos sanitários atendidos pelo animal.

Neste artigo, exploraremos detalhadamente como emitir o CVI Portugal e a documentação necessária para garantir uma estadia tranquila e segura neste belo país.

O que é o CVI Portugal?

Para além das preocupações humanas, os animais de estimação também têm requisitos específicos para viajar internacionalmente. O Certificado Veterinário Internacional, também conhecido como Certificado Zoosanitário Internacional, é um documento crucial emitido pelo órgão competente de cada país.

No Brasil, é o Ministério da Agricultura que atesta que o animal está em boas condições de saúde para viajar e que atende aos requisitos sanitários do país de destino. Este documento é obrigatório para qualquer animal que deixe um país com destino a outro.

Em qual idioma o CVI Portugal deve ser emitido?

A comunicação eficaz é fundamental, mesmo quando se trata de documentos como o CVI Portugal. Este certificado deve ser emitido no idioma do país de destino e de origem. Se os países envolvidos não compartilham o inglês como língua comum, é recomendável emitir uma terceira via em inglês.

Essa prática assegura que as autoridades em ambos os lados compreendam e verifiquem facilmente as informações essenciais contidas no certificado, garantindo uma viagem tranquila para os animais e seus cuidadores.

Quanto custa o CVI Portugal?

O CVI Portugal é gratuito. Portanto, os viajantes podem obtê-lo sem custos diretamente relacionados a sua emissão. Porém, a assessoria para emiti-lo agrega custos.

Documentação necessária para a emissão do CVI Portugal

Além dos custos associados à assessoria para a obtenção do Certificado Veterinário Internacional, é vital estar ciente da documentação necessária. Para animais, como cães, é necessário apresentar o certificado do chip, sorologia da vacina, comprovante de quarentena, carteira de vacina contra a raiva e certificado de saúde. 

Além disso, para os humanos, é crucial possuir o passaporte, além de atender aos requisitos de vacinação do país.

Como fazer o CVI Portugal?

A solicitação do CVI Portugal pode ser feita online na maioria dos casos. Cada destino estabelece prazos específicos para solicitar o certificado, e é importante observar o período de validade, que varia de acordo com o país de origem.

Para pets que saem do Brasil, a solicitação é feita no site do Ministério da Agricultura. Já para animais de outros países, é essencial consultar o site do órgão competente. A solicitação é feita online, porém, por vezes, pode ser solicitada a apresentação presencial da documentação ou do animal.

Como agendar o CVI Portugal?

Em países que aceitam a entrada digital do CVI, geralmente não é necessário agendamento. Contudo, mesmo nos casos em que há a necessidade da validação presencial, não é necessário agendamento prévio.

Normalmente, para entradas diretas em Portugal, não é necessário agendamento presencial, já que todo o processo pode ser concluído digitalmente. Entretanto, em situações de escala em países como Amsterdã e Alemanha, a chancela presencial pode ser necessária.

Dica mais importante para obter o CVI Portugal

A dica mais valiosa para quem busca obter o CVI Portugal é se preparar com antecedência. O processo pode envolver a coleta de documentos, agendamento de exames veterinários e a solicitação do certificado.

Além disso, contar com a ajuda de uma empresa especializada em transporte de animais pode ser crucial. Profissionais experientes podem orientar sobre os requisitos específicos, garantindo que todos os documentos estejam em ordem para uma viagem segura.

Preparação antecipada é a chave para evitar contratempos e garantir que o animal esteja em conformidade com os regulamentos. Ao optar pela assessoria profissional, é possível receber orientações específicas, facilitando o processo burocrático e assegurando que todos os documentos necessários estejam corretos e atualizados.